PCA DO PORTO DO NAMIBE EM MISSÃO DE SERVIÇO NA ÁFRICA DO SUL

Presidente do Conselho de Administração da Empresa Portuária do Namibe – E.P., Manuel Nazareth Neto, cumpre desde Terça-Feira, 27 de Setembro, uma vasta agenda de trabalho em Durban - Africa do Sul, inserida no âmbito da Conferência Anual da Associação de Gestão dos Portos da África do Leste e Austral

O Presidente do Conselho de Administração da Empresa Portuária do Namibe – E.P., Manuel Nazareth Neto, cumpre desde Terça-Feira, 27 de Setembro, uma vasta agenda de trabalho em Durban – África do Sul, inserida no âmbito da Conferência Anual da Associação de Gestão dos Portos da África do Leste e Austral – PMAESA, subordinada ao tema: “Evolução dos Portos de África”, a decorrer de 27 à 29 de Setembro do ano em curso.

Ontem (27.09), o Presidente do Conselho de Administração, participou na reunião de Direcção da PMAESA que teve como agenda, a apresentação do relatório de actividades do órgão, apresentação do Plano de Negócio de 2023 à 2026, a apresentação do calendário de actividades para 2023 bem como a reconstituição do Quadro Directivo e Comités Técnicos.

Hoje, 28 de Setembro, a agenda de trabalho, está reservada para o Fórum e Expo sobre a Evolução dos Transportes em África. O certame que culmina amanhã, irá abordar temas ligados ao sector portuário, rodoviário e ferroviário com destaque à Mobilidade Sustentável e Eficiência Energética no sector dos Transportes e Sistema Rodoviário Integrado que promove o Desenvolvimento Socioeconômico.

A Delegação de Angola, integra o PCA do Porto do Namibe, Luanda, Cabinda e Soyo, a mesma integra ainda, o Administrador Executivo do Porto do Lobito, Romão de Andrade, o PCA da Pescangola, Sebastião Alfredo Macunge e o Secretário Executivo da Associação dos Portos de Angola – APANG, Kaku Garcia.

De salientar que a jornada de trabalho da delegação angolana em Durban, visa igualmente reforçar a integração e parceria entre a PMAESA e a APANG, cuja mesa de Assembleia é presidida pelo Presidente do Conselho de Administração do Porto do Namibe.

A PMAESA é uma organização intergovernamental sem fins lucrativos composta por Operadores Portuários, Prestadores de Serviços Marítimos e Logísticos com principal missão de fortalecer as relações entre os portos membros com vista a promover a cooperação e melhoria da gestão e condições dos Portos da região.

GABINETE DE COMUNICAÇÃO INSTITUCIONAL E MARKETING.

PORTO DO NAMIBE FAZ PARTICIPAÇÃO EXITOSA NA EXPO HUÍLA 2022.

Expo Huíla 2022

A Empresa Portuária do Namibe participou de forma exitosa na 29º edição da Expo Huíla que decorreu- de 10 a 14 de Agosto de 2022 na cidade do Lubango.

Nesta edição, o Porto do Namibe, expos o Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes, um dos projectos estruturantes do subsector Marítimo e Portuário que compreende a construção de uma ponte cais do Porto Mineraleiro do Saco Mar e a construção de um novo terminal de contentores no Porto Comercial.

Durante a Expo Huíla, maior feira de negócios da região Sul de Angola , o Porto do Namibe expos igualmente a Janela Única Portuária – JUP II, uma plataforma web que permite a tramitação de todos os processos relacionados com os serviços prestados ás embarcações bem como a carga e descarga de mercadorias.

No dia da abertura ( 10 de Agosto) o Governador da Província da Huíla, Nuno Bernabé Mahapi Dalas, visitou o Stand do Porto do Namibe, tendo sido recebido pelo Presidente do Conselho de Administração do Porto do Namibe, Manuel Nazareth Neto, onde recebeu explicações precisas sobre os projectos já referenciados .

O Governador da Huíla mostrou-se satisfeito com os níveis de investimentos sendo feitos no Porto do Namibe e garantiu o seu apoio com vista promoção do desenvolvimento econômico da região sul.

A margem da Expo Huíla 2022, realizou-se no dia 12 de Agosto, o Fórum do Sector dos Transportes e Logísticos da Região Sul que teve como interlocutores o Porto do Namibe, Caminhos de Ferro de Moçâmedes e a Sociedade Gestora de Terminais – Sogester.

PORTO DO NAMIBE IMPLEMENTA JANELA ÚNICA PORTUÁRIA 

No âmbito da transformação digital do sector portuário e logístico em curso no país, a Empresa Portuária do Namibe – E.P., implementou no dia 18 de Julho de 2022, a Janela Única Portuária – JUP II Namibe. 

 Trata-se de uma plataforma de atendimento ao cliente via web, cujos objectivos visam fundamentalmente, aumentar a eficiência do Porto do Namibe com recurso a tecnologia, assegurar maior fluidez da informação entre os agentes económicos que actuam no sector portuário e logístico da região sul, simplificar e desmaterializar os processos e procedimentos, reduzir o tempo e custos de carga e descarga de mercadorias. 

O Porto do Namibe – E.P., através da Circular Nº 005/GPCA/EPN/2022, informou à todos seus clientes, parceiros e o público em geral que doravante, a JUP II Namibe é a plataforma de uso exclusivo para a tramitação de todos processos relacionados com os serviços prestados às embarcações bem como a carga e descarga de mercadorias.  

Para eventuais esclarecimentos sobre a utilização da JUP II Namibe, a Empresa Portuária do Namibe E.P.,, criou uma linha de apoio técnico através do email: [email protected].  

“PORTO DO NAMIBE – INOVAR PARA MELHOR SERVIR” 

 

14° CONSELHO CONSULTIVO

Consultivo do Ministério dos Transportes

MINISTÉRIO DOS TRANSPORTES AVALIA OS 5 ANOS DE REFORMAS

SECTOR DOS TRANSPORTES RUMO AO DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL

De antemão, decorreu na cidade de Moçâmedes, Província do Namibe nos dias 04 e 05 de Julho de 2022, o 14º Conselho Consultivo do Ministério dos Transportes que teve como foco principal o balanço dos 5 anos de reforma no sector dos transportes.

Nesse sentido, a sessão de abertura presidida pelo Ministro dos Transportes da Republica de Angola, Ricardo Viegas de Abreu, destacou as reformas efectuadas e em curso no sector e ao mesmo tempo, com realce a adequação dos estatutos orgânicos dos distintos órgãos reguladores do sector.

Assim como, a modernização das infraestruturas ao desenvolvimento produtivo, o aumento do nível de competição e integração das cadeias regionais e globais e a redução da escassez do capital humano qualificado para reforçar as politicas de promoção do ambiente favorável de negocio.

Em outras palavras, o Governador da Província do Namibe, Archer Mangueira, considerou na sua intervenção a importância estratégica do Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes, que apôs conclusão irá posteriormente, servir de forma substancial o desenvolvimento da região sul de Angola.

Porém, o Conselho Consultivo do Ministério dos Transportes, reuniu mais 160 delegados das empresas e organismos tutelados pelo Ministério dos transportes, bem como; convidados locais do sector produtivo, que durante dois dias abordou 5 painéis nomeadamente:

  1. Balanço geral do sector;
  2. Reformas no sector dos transportes;
  3. Projectos estruturantes do sector e envolvimento do sector privado;
  4. Projectos de transformação digital do sector;
  5. A responsabilidade social e sustentabilidade do sector.

Todavia, após longos e aturados debates, os participantes apresentaram as conclusões finais e fizeram as devidas recomendações que passarão a ser o barómetro para a medição do desenvolvimento do sector dos transportes para os próximos tempos.

Analogamente, a margem do Conselho, o Ministro dos Transportes Ricardo Viegas de Abreu, desenvolveu ações de responsabilidade social ao Lar da 3ª Idade, “Ondjuvo Yetu” e igualmente, ao Lar de Infância, “Amanhecer da Esperança” .

Por outro lado, participou igualmente, num acto de plantação de árvores com vista a combater a seca na região sul de Angola, concretamente no perímetro adjacente às bombas de combustível da Pumangol, na cidade de Moçâmedes, Província do Namibe.

Em conclusão, o 14º Conselho Consultivo do MINTRANS, decorreu num ambiente afável e de descontração, e proporcionou aos participantes vivenciarem as riquezas culturais da Província do Namibe.

CAMPANHA DE LIMPEZA DOS PORTUÁRIOS

CAMPANHA DE LIMPEZA DOS TRABALHADORES DA EMPRESA PORTUÁRIA DO NAMIBE EFECTUADA NA ORLA MARÍTIMA PARA SAUDAR O DIA INTERNACIONAL DO MARINHEIRO

Primordialmente, a campanha de limpeza dos trabalhadores da Empresa Portuária do Namibe, foi efetuada no dia 25 de Junho (Sábado), do corrente ano.

Nesse sentido, a campanha de limpeza dos portuários, coordenada pela área da Administração Administrativa e Recursos Humanos, e serviu para saudar o 25 de Junho, Dia Internacional do Marinheiro.

Do mesmo modo, celebra-se anualmente esta data, com o objectivo de reconhecer a importância de cada marinheiro no comércio internacional e na economia mundial, ressaltando os riscos e sacrifícios individuais dos que exercem a profissão.

Assim como, a campanha de limpeza dos portuários teve lugar na orla marítima, concretamente na zona balnear da Praia das Miragens e consistiu na recolha de resíduos sólidos, essencialmente os materiais plásticos que constantemente poluem as praias e consequentemente os mares.

De recordar que a celebração do Dia Internacional do Marinheiro, declarada há doze anos em conferência diplomática de 2010 em Manila, nas Filipinas.

Analogamente, a campanha de limpeza teve a presença dos Administradores, Directores, Chefes de Departamentos dos distintos pelouros, trabalhadores em geral e convidados.

Igualmente, presenciaram a campanha de limpeza dos portuários, individualidades ligadas aos órgãos de comunicação social, nomeadamente a Rádio Nacional de Angola e a Televisão Pública de Angola, que fizeram a devida cobertura.

Frequentemente assistimos a devastação do meio ambiente marinho, pela acção irracional dos seres humanos, perigando assim a extinção de muitas espécies marinhas, o que não é salutar para a vida ecológica

Disse a dado momento à Imprensa, David Monocaca Bengani, Administrador para a área Administrativa e Recursos Humanos da Empresa Portuária do Namibe.

Em síntese, a campanha de recolha de resíduos na orla marítima, esteve num ambiente afável e descontraído para todos os participantes.

Por fim, ficou a promessa de actividades de género continuar nas hostes dos trabalhadores portuários.

PORTO DO NAMIBE E A UNIVERSIDADE DO NAMIBE ASSINAM MEMORANDO DE ENTENDIMENTO

Memorando de Entendimento

O Porto do Namibe e a Universidade do Namibe, assinaram na tarde desta Terça-Feira, 21 de Junho, nas instalações daquela instituição do Ensino Superior, o Memorando de Entendimento nos domínios da formação técnica, estágio, intercâmbio de informação, documentação, publicações e realização conjunta de eventos específicos.

Durante o certame, a Coordenadora da Comissão Instaladora da Universidade do Namibe, Carmen Ivelize Van-Dúnem do Sacramento Neto dos Santos, destacou a importância desta parceria e assegurou que a mesma surge dentro de uma visão estratégica comum de servir o País através de uma inter-operacionalidade entre as instituições.

“Aproveito este momento para reiterar os melhores votos de sucesso desta parceria que eu vejo com bastante bons olhos, mas acima de tudo com bastante rigor para um futuro promissor”, concluiu.

O Presidente do Conselho de Administração da Empresa Portuária, Manuel Nazareth Neto, primeiramente destacou na oportunidade, a necessidade de se tirar maior proveito do momento ímpar que a Província do Namibe vive com a implementação do Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes, que durante três anos terá obras de infraestruturas integradas que irão necessitar a implementação em parte deste acordo.

“Nós vamos procurar junto da Universidade, solicitar algumas formações ou programas de capacitação, quiçá mesmo de pós-graduação de alguns dos nossos quadros jovens”. enfatizou.

Reconhecendo a importância de promover a colaboração em áreas de interesse comum, as partes celebraram este Memorando que terá por finalidade genérica o desenvolvimento de actividades no domínio da ciência, tecnologia, investigação e informação, que são consideradas igualmente as áreas de interesse comum entre as mesmas.

Durante este acto as duas instituições comprometeram-se, na medida das suas possibilidades, promover, incentivar e desenvolver ações de colaboração, visando o desenvolvimento da comunidade angolana no âmbito social.

Dessa forma, testemunharam o evento, membros do Conselho de Administração da Empresa Portuária do Namibe, membros de gestão da Comissão Instaladora da Universidade do Namibe, Docentes, Estudantes e Convidados.

PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO

PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA BAÍA DE MOÇÂMEDES INTEIRADO PELA UNINBE

Uma delegação da Faculdade de Ciências Naturais da Universidade do Namibe, inteirou-se nesta última quinta-feira (16 de junho) sobre o Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes.

A princípio, o projecto compreende a construção do novo Terminal de Contentores bem como a reabilitação do Terminal Mineraleiro do Saco Mar.

Durante a visita guiada no Porto do Namibe, os professores e estudantes dos cursos de Oceanografia, recursos marinhos e biologia marinha da UNINBE.

Nesse sentido, receberam explicações claras com realce a questões de impacto ambiental do meio marinho durante a construção e funcionamento do projecto de desenvolvimento integrado.

A delegação chefiada pelo Professor Nelson Baião e recebida pelo Administrador para Área Administrativa e Recursos Humanos do Porto do Namibe, David Bengani, e testemunharam o momento os Directores e Chefes de Departamento das distintas áreas.

Uma visita bastante esclarecedora, onde os estudantes tiveram a oportunidade de expor as suas dúvidas relativas ao projecto da Baía de Moçâmedes e não só.

Todavia, a segurança do meio ambiente marinho foi o tema de destaque desta visita, tento em conta que a reabilitação do Terminal Mineraleiro do Saco Mar começará em breve e primeiramente é necessário que se tenha atenção especial a preservação do meio ambiente marinho; e por isso o Porto Do Namibe vem tentando do mesmo modo andar de mãos dadas com Ministério do Ambiente.

Em síntese, durante a visita, o Administrador David Bengani abordou sobre uma futura cooperação entre a Universidade do Namibe (UNINBE) e o Porto do Namibe, prevista para o dia 21/06/2022.

Em conclusão, a visita acontece na véspera das comemorações do dia Internacional do Marinheiro, que se comemora todos os anos no dia 25 de Junho em todo o mundo, e foi criada pela Organização Marítima Internacional e oficializada pela ONU.

EMBARCAÇÕES DE APOIO À CONSTRUÇÃO DO PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA BAÍA DE MOÇÂMEDES ESCALAM O PORTO DO NAMIBE

A construção do Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes que inicialmente compreende a Expansão do Terminal Comercial e a Requalificação do Terminal Mineraleiro do Saco Mar está em vias de arranque com a chegada ao Namibe de 7 embarcações provenientes da Singapura, neste último Domingo, 12 de Junho.

Durante a operação apoiada por um navio semi-submersível, escalaram no Terminal Comercial, três rebocadores, duas barcaças para transporte de equipamentos, uma embarcação para cravagem de estacas de aço em alto mar e uma a embarcação para transporte de passageiros.

Na ocasião, o Gerente Logístico da Toa Corporation, empreiteira do Projecto, André Kanashiro garantiu à imprensa que com a chegada destas embarcações, estão criadas todas as condições técnicas para o arranque do projecto no mês de Julho.

PCA DO PORTO DO NAMIBE GARANTE A SALVAGUARDA DE POSTOS DE TRABALHO PARA NACIONAIS DURANTE A EXECUÇÃO DO PROJECTO

O Presidente do Conselho de Administração da Empresa Portuária do Namibe, Manuel Nazareth Neto, disse durante a operação de descarga das referidas embarcações que a chegada destes meios evidencia mais um passo rumo a materialização do Projecto.

Tendo igualmente garantido que está salvaguardada a questão do recrutamento de nacionais durante a execução do projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía.

“A componente do recrutamento da força de trabalho angolana vai ser um facto. Mas primeiro, é preciso criar-se as condições técnicas ou materiais para depois passar para outra fase de recrutamento do pessoal que os empreiteiros e subempreiteiros terão que fazer” frisou.

Contudo, A operação, foi testemunhada por membros do Conselho de Administração, técnicos seniores do Porto do Namibe e por uma equipa nacional e estrangeira da Toa Corporation.

Porto do Namibe Bate RECORD de Exportação de Rochas Ornamentais

O Porto do Namibe registou na última semana de Março do ano em curso, a maior operação de exportação de rochas ornamentais desde a sua existência que remonta ao ano 1954.

Foram no total 52.650 toneladas de granito à granel com destino ao Porto de Xiamen, República Popular da China, sendo o exportador a empresa angolana Hipermaquinas.

As operações de embarque tiveram início no Terminal comercial, operado pela Concessionária Sogester, no dia 22 de Março e devido a limitação do calado disponível, a embarcação foi transferida para o Terminal Mineraleiro do Saco – Mar, cujo calado é superior à 18 metros no sentido de se concluir com as operações.

O navio cargueiro denominado HG Sydney de 199 metros de comprimento, de bandeira Liberiana, agenciado pela Seatrade, permitiu a realização desta mega operação que superou o maior registo até então de 17.288 toneladas exportadas numa das operações realizadas em 2017.

De referir que a exportação de rochas ornamentais, representa cerca de 90% do volume de mercadorias movimentadas pelo Porto do Namibe. Em função deste acontecimento, outros exportadores de granito manifestaram interesse de realizar operações do gênero fruto da crescente procura desta matéria-prima no mercado internacional.

Face ao crescente volume das exportações, foram recentemente desembarcadas e instaladas no Terminal Comercial do Porto do Namibe, duas gruas móveis (Liebherr) de movimentação de carga que irão proporcionar maior celeridade neste processo, reduzindo desta forma o tempo de operação dos navios e consequentemente a redução das despesas de escala e dos fretes.