PORTO DO NAMIBE IMPLEMENTA JANELA ÚNICA PORTUÁRIA 

No âmbito da transformação digital do sector portuário e logístico em curso no país, a Empresa Portuária do Namibe – E.P., implementou no dia 18 de Julho de 2022, a Janela Única Portuária – JUP II Namibe. 

 Trata-se de uma plataforma de atendimento ao cliente via web, cujos objectivos visam fundamentalmente, aumentar a eficiência do Porto do Namibe com recurso a tecnologia, assegurar maior fluidez da informação entre os agentes económicos que actuam no sector portuário e logístico da região sul, simplificar e desmaterializar os processos e procedimentos, reduzir o tempo e custos de carga e descarga de mercadorias. 

O Porto do Namibe – E.P., através da Circular Nº 005/GPCA/EPN/2022, informou à todos seus clientes, parceiros e o público em geral que doravante, a JUP II Namibe é a plataforma de uso exclusivo para a tramitação de todos processos relacionados com os serviços prestados às embarcações bem como a carga e descarga de mercadorias.  

Para eventuais esclarecimentos sobre a utilização da JUP II Namibe, a Empresa Portuária do Namibe E.P.,, criou uma linha de apoio técnico através do email: [email protected].  

“PORTO DO NAMIBE – INOVAR PARA MELHOR SERVIR” 

 

CAMPANHA DE LIMPEZA DOS PORTUÁRIOS

CAMPANHA DE LIMPEZA DOS TRABALHADORES DA EMPRESA PORTUÁRIA DO NAMIBE EFECTUADA NA ORLA MARÍTIMA PARA SAUDAR O DIA INTERNACIONAL DO MARINHEIRO

Primordialmente, a campanha de limpeza dos trabalhadores da Empresa Portuária do Namibe, foi efetuada no dia 25 de Junho (Sábado), do corrente ano.

Nesse sentido, a campanha de limpeza dos portuários, coordenada pela área da Administração Administrativa e Recursos Humanos, e serviu para saudar o 25 de Junho, Dia Internacional do Marinheiro.

Do mesmo modo, celebra-se anualmente esta data, com o objectivo de reconhecer a importância de cada marinheiro no comércio internacional e na economia mundial, ressaltando os riscos e sacrifícios individuais dos que exercem a profissão.

Assim como, a campanha de limpeza dos portuários teve lugar na orla marítima, concretamente na zona balnear da Praia das Miragens e consistiu na recolha de resíduos sólidos, essencialmente os materiais plásticos que constantemente poluem as praias e consequentemente os mares.

De recordar que a celebração do Dia Internacional do Marinheiro, declarada há doze anos em conferência diplomática de 2010 em Manila, nas Filipinas.

Analogamente, a campanha de limpeza teve a presença dos Administradores, Directores, Chefes de Departamentos dos distintos pelouros, trabalhadores em geral e convidados.

Igualmente, presenciaram a campanha de limpeza dos portuários, individualidades ligadas aos órgãos de comunicação social, nomeadamente a Rádio Nacional de Angola e a Televisão Pública de Angola, que fizeram a devida cobertura.

Frequentemente assistimos a devastação do meio ambiente marinho, pela acção irracional dos seres humanos, perigando assim a extinção de muitas espécies marinhas, o que não é salutar para a vida ecológica

Disse a dado momento à Imprensa, David Monocaca Bengani, Administrador para a área Administrativa e Recursos Humanos da Empresa Portuária do Namibe.

Em síntese, a campanha de recolha de resíduos na orla marítima, esteve num ambiente afável e descontraído para todos os participantes.

Por fim, ficou a promessa de actividades de género continuar nas hostes dos trabalhadores portuários.

PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO

PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA BAÍA DE MOÇÂMEDES INTEIRADO PELA UNINBE

Uma delegação da Faculdade de Ciências Naturais da Universidade do Namibe, inteirou-se nesta última quinta-feira (16 de junho) sobre o Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes.

A princípio, o projecto compreende a construção do novo Terminal de Contentores bem como a reabilitação do Terminal Mineraleiro do Saco Mar.

Durante a visita guiada no Porto do Namibe, os professores e estudantes dos cursos de Oceanografia, recursos marinhos e biologia marinha da UNINBE.

Nesse sentido, receberam explicações claras com realce a questões de impacto ambiental do meio marinho durante a construção e funcionamento do projecto de desenvolvimento integrado.

A delegação chefiada pelo Professor Nelson Baião e recebida pelo Administrador para Área Administrativa e Recursos Humanos do Porto do Namibe, David Bengani, e testemunharam o momento os Directores e Chefes de Departamento das distintas áreas.

Uma visita bastante esclarecedora, onde os estudantes tiveram a oportunidade de expor as suas dúvidas relativas ao projecto da Baía de Moçâmedes e não só.

Todavia, a segurança do meio ambiente marinho foi o tema de destaque desta visita, tento em conta que a reabilitação do Terminal Mineraleiro do Saco Mar começará em breve e primeiramente é necessário que se tenha atenção especial a preservação do meio ambiente marinho; e por isso o Porto Do Namibe vem tentando do mesmo modo andar de mãos dadas com Ministério do Ambiente.

Em síntese, durante a visita, o Administrador David Bengani abordou sobre uma futura cooperação entre a Universidade do Namibe (UNINBE) e o Porto do Namibe, prevista para o dia 21/06/2022.

Em conclusão, a visita acontece na véspera das comemorações do dia Internacional do Marinheiro, que se comemora todos os anos no dia 25 de Junho em todo o mundo, e foi criada pela Organização Marítima Internacional e oficializada pela ONU.

EMBARCAÇÕES DE APOIO À CONSTRUÇÃO DO PROJECTO DE DESENVOLVIMENTO INTEGRADO DA BAÍA DE MOÇÂMEDES ESCALAM O PORTO DO NAMIBE

A construção do Projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía de Moçâmedes que inicialmente compreende a Expansão do Terminal Comercial e a Requalificação do Terminal Mineraleiro do Saco Mar está em vias de arranque com a chegada ao Namibe de 7 embarcações provenientes da Singapura, neste último Domingo, 12 de Junho.

Durante a operação apoiada por um navio semi-submersível, escalaram no Terminal Comercial, três rebocadores, duas barcaças para transporte de equipamentos, uma embarcação para cravagem de estacas de aço em alto mar e uma a embarcação para transporte de passageiros.

Na ocasião, o Gerente Logístico da Toa Corporation, empreiteira do Projecto, André Kanashiro garantiu à imprensa que com a chegada destas embarcações, estão criadas todas as condições técnicas para o arranque do projecto no mês de Julho.

PCA DO PORTO DO NAMIBE GARANTE A SALVAGUARDA DE POSTOS DE TRABALHO PARA NACIONAIS DURANTE A EXECUÇÃO DO PROJECTO

O Presidente do Conselho de Administração da Empresa Portuária do Namibe, Manuel Nazareth Neto, disse durante a operação de descarga das referidas embarcações que a chegada destes meios evidencia mais um passo rumo a materialização do Projecto.

Tendo igualmente garantido que está salvaguardada a questão do recrutamento de nacionais durante a execução do projecto de Desenvolvimento Integrado da Baía.

“A componente do recrutamento da força de trabalho angolana vai ser um facto. Mas primeiro, é preciso criar-se as condições técnicas ou materiais para depois passar para outra fase de recrutamento do pessoal que os empreiteiros e subempreiteiros terão que fazer” frisou.

Contudo, A operação, foi testemunhada por membros do Conselho de Administração, técnicos seniores do Porto do Namibe e por uma equipa nacional e estrangeira da Toa Corporation.